Páginas

Como fazer uma monografia

Os passos para se elaborar uma monografia são apresentados neste texto, de forma sintética, buscando orientar estudantes que têm a missão de redigir um trabalho monográfico.

 

Tema deve ser

delimitado

Veja aqui alguns critérios que podem auxiliá-lo a ter

êxito nesta etapa de

definição da pesquisa.

 

Problema com o

problema?

A formulação do problema é crucial para bom êxito da

pesquisa. Saiba como ela

ocorre.

 

O que é pesquisa? Para que se pesquisa em ciências sociais aplicadas?

 

Artigo explica como apresentar objetivos gerais e específicos do projeto

 

Pesquisa tem que ser relevante; projeto deve indicar sua

importância social e científica

 

domingo, 28 de setembro de 2008

Projeto de pesquisa: um exemplo

A finalidade da metodologia é, tenho insistido em muitas de nossas aulas, propor um caminho para a investigação científica sem, contudo, tornar-se uma amarra rígida que impeça a criatividade do pesquisador diante de objetos e abordagens diferenciadas.
Faço esta ressalva inicial porque logo abaixo, atendendo ao pedido da acadêmica Franciellen Ghirardi, disponibilizo o resumo de um projeto de pesquisa. A intenção é verificar como um pesquisador trata, no corpo do projeto, da problematização, abordagem metodológica, etc.
Não deve ser visto, contudo, como uma receita de bolo. Atenção, é uma ilustração. Cada um deve buscar as suas soluções para os seus temas e problemáticas.
Quero observar ainda que o resumo abaixo deve ser utilizado com ética. Trata-se de um projeto de docente e acadêmica das Faculdades Integradas Clareatianas, que reproduziremos abaixo com os respectivos créditos.


A CONTABILIDADE NO TERCEIRO SETOR: UM PROJETO DE PESQUISA *
Fernanda Rodrigues da Silva
Renata Nascimento Silva
Faculdades Integradas Claretianas
O objetivo deste trabalho (em fase de projeto de pesquisa) é levar ao conhecimento do leitor a Contabilidade no Terceiro Setor, quais são as instituições integrantes do mesmo e a legislação que regula o sistema contábil do terceiro setor. A problemática de pesquisa se resume na seguinte indagação: como é empregada na prática a contabilidade dessas instituições? E decorrente desta questão se essa contabilidade é empregada de maneira correta obedecendo aos princípios legais que regem essas instituições. A opção metodológica da pesquisa reside no método hipotético-dedutivo e a combinação entre documentação direta e indireta nas técnicas de pesquisa. A etapa da revisão bibliográfica, deste projeto de pesquisa, indica que o conceito chave que compõem o universo da pesquisa diz respeito à própria identificação do que seja em termos sociológicos e legais o chamado terceiro setor: quais suas relações com os outros setores da sociedade, quais instituições pertencem ao terceiro setor e qual seu papel social e suas competências técnicas. Nessa direção, para entender o que significa Terceiro Setor é necessária uma introdução aos outros dois setores da economia, o Primeiro e o Segundo Setor. No primeiro setor situa-se o Estado, que por meio de seus órgãos e entidades exerce as atividades política, administrativa, econômica e financeira com o objetivo de cumprir suas finalidades básicas desempenhando as funções de instituir e dinamizar a ordem jurídica, resolução de conflitos sociais, administração e gerenciamento de bens públicos para atender às necessidades coletivas. Já o Segundo Setor constitui-se das empresas privadas que exercem suas atividades com finalidade lucrativa, visando distribuir o lucro adquirido aos seus investidores. Resultante de diversos problemas sociais e da dificuldade do Primeiro Setor, ou seja, o Estado em atender estas demandas, surgiu um setor que vem desenvolvendo essas atividades através de inúmeras instituições, o chamado Terceiro Setor. Terceiro setor é o conceito dado para designar organizações sem fins lucrativos, cujo papel principal é a participação voluntária fora do âmbito governamental, que dão suporte às práticas de caridade e filantropia voltadas para garantir o direito de cidadania da sociedade. O termo Terceiro Setor expressa uma alternativa para as desvantagens tanto do mercado, associadas à maximização dos lucros, quanto do governo com sua burocracia inoperante. Essas organizações fazem contraponto as organizações do Governo, onde as iniciativas particulares também conduzem determinadas atividades típicas do Estado, tais como: educação, saúde, desporto, cultura, comunicação, geração de emprego e renda dentre outras.Portanto sejam sindicatos, associações, igrejas, cooperativas ou quaisquer outras organizações que fazem contraponto ao capital, que não distribuam seu patrimônio aos associados, que ajam independentemente do Estado e de forma autônoma em relação a este, são organizações do Terceiro Setor.
* Fonte: SILVA, Renata N.; SILVA, Fernanda R. da. A contabilidade no terceiro setor: um projeto de pesquisa. Disponível em: http://ccic.claretianas.br/ccic2005/resumos/Cont/A_CONTABILIDADE.pdf Acesso em 28 set. 2008.

Finan lança manual de normas de TCC

A Finan (Faculdades Integradas de Nova Andradina) acaba de lançar, em seu site na internet, o manual "Aspectos normativos e tipográficos para apresentação de trabalhos acadêmicos de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas".
O manual compila normas bibliográficas e de trabalho científico e as apresenta de forma sistemática aos alunos e docentes, com o intuito de normatizar a produção acadêmica da instituição.
A publicação - organizada pela bibliotecária Mary Celina Ferreira Dias e pela professora Enilze de Souza Breguedo - passa a valer como norma para Trabalhos de Conclusão de Curso da Finan e pode ser acessada em link na página da instituição. Consulte aqui o manual.

sábado, 6 de setembro de 2008

Falando sobre delimitação do tema

Uma anedota, às vezes, serve para ilustrar aquilo que queremos dizer em mil palavras. Por isso, vale contar essa pequena história...
Um belo dia, um estudante procurou seu professor de metodologia e disse que queria fazer um projeto de pesquisa. O mestre ficou satisfeito e indagou:
_Muito bom meu aluno, mas me diga, qual o tema de seu projeto?
O aluno, mais satisfeito ainda disse, singelamente:
_Professor, quero pesquisar sobre Deus e o Mundo.
Rapidamente o ar de satisfação do profesor foi tomado por uma expressão de desespero.
_ Mas, meu aluno - interpelou o mestre -, esse assunto é muito vasto. Homens ilustres e sábios já tentaram discorrer sobre isso e não conseguiram no decurso de uma vida. Você precisa delimitar o seu tema.
O aluno fitou o mestre, mais desanimado do que este. Justo agora aque ele parecia ter entendido todas aquelas coisas que se ensinavam nas aulas de metodologia! O professor percebeu e não quis desestimular o aluno. Recomendou-lhe a leitura de alguns livros, do Severino, do Umberto Eco, do Salomon e pediu que o jovem retornasse na próxima semana.
Algus dias depois, aparece o jovem aluno, todo sorridente, trazendo debaixo dos braços uma pilha de compêndios.
_Professor, agora eu delimitei o meu tema. Quero estudar apenas o mundo...
Moral da história: não adianta escolher um assunto para o projeto de pesquisa. É preciso delimitá-lo.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Direito nas sociedades tribais é tratado em curso na Toledo

Todas as sociedades humanas têm Direito, mesmo aquelas que não possuem leis escritas ou instituições jurídicas diferenciadas como nas sociedades ocidentais. Esta é a perspectiva da Antropologia Jurídica para o estudo do Direito nas sociedades tribais, tema que será abordado no curso de extensão “O Direito nas sociedades sem Direito”, na Toledo de Presidente Prudente, de 20 de setembro a 11 de outubro.
“Cada sociedade tem meios para resolver conflitos de interesse. Sob este prisma é possível dizer que há Direito em todas sociedades humanas”, afirma o docente responsável pelo curso, José Artur Teixeira Gonçalves, que é Doutor em História e Sociedade pela Unesp e professor de Antropologia no curso de Direito da Unes/Finan.
Entre outros assuntos, o curso abordará o papel da vingança e da reciprocidade violenta no Direito tribal, assim como estes mecanismos persistem em sociedades onde o Estado é o Juiz. “Na Albânia, apesar dos esforços do Estado, subsiste um código de vingança, o Kanun, responsável por um número de mortes assemelhado a estatísticas de guerra”, destaca. Em algumas localidades do Brasil também se conserva o costume de vingança, sobretudo nas questões de família.
As formas de mediação de conflitos de interesse e os rituais tribais de prevenção à violência também serão enfocados no curso.
A Toledo de Presidente Prudente, promotora do curso, através da coordenadora de Extensão, Gilmara Pesquero Fernandes Mohr Funes, disponibiliza em seu site na Internet a programação completa das aulas. As inscrições podem ser feitas on-line.